Multivacinação para crianças e adolescentes começa na segunda-feira
10/09/2017 - 20h40 em Brasil

Pelo menos 405 mil jovens de até 15 anos devem ser imunizados contra 18 tipos de doenças durante a campanha

 

Pelo menos 405.176 crianças e adolescentes de até 15 anos devem ser imunizadas na Baixada Santista contra 18 tipos de doenças, segundo estimativa da Secretaria de Estado da Saúde. Entre as patologias estão tuberculose, rotavírus, paralisia infantil, febre amarela, sarampo, hepatites A e B, difteria, tétano, coqueluche, meningite C, caxumba, rubéola, varicela e HPV.

O período de vacinação, que começa na segunda-feira (11) e segue até o dia 22, faz parte da Campanha de Multivacinação, promovida pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Secretaria e os municípios paulistas.

Ao todo serão 130 postos de vacinação distribuídos por Santos, Guarujá, São Vicente, Praia Grande, Bertioga, Itanhaém, Mongaguá e Peruíbe. Até ontem, Cubatão não havia definido os locais da vacinação.

Segundo informações da Secretaria, a meta da Campanha de Multivacinação é colocar em dia a caderneta de vacinação de cerca de 9,8 milhões de crianças e adolescentes somente no Estado de São Paulo.

“A Campanha é uma oportunidade que temos de lembrar aos pais e responsáveis sobre a importância da imunização para proteger as crianças e adolescentes contra doenças e suas possíveis complicações”, diz a diretora de Imunização da Secretaria de Saúde de São Paulo, Helena Sato.

Os objetivos propostos também são defendidos pela chefe do Departamento de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Santos, Ana Paula Valeiras. “A Campanha de Multivacinação segue orientações do Ministério da Saúde e da Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo. Ou seja, de se regularizar o máximo que for possível as cadernetas de vacinação”.

Em Santos, de acordo com Ana Paula, 300 profissionais devem estar mobilizados durante a Campanha, sendo que somente no dia 16, chamado de “Dia D”, serão 150 atendentes.

Na Cidade, a estimativa é de que pouco mais de 71 mil pessoas, entre menores de 1 ano e jovens com até 14 anos, podem se vacinar durante todo o ano nas unidades santistas. 

“Precisamos reforçar a ideia de que fundamental é a prevenção das doenças. Temos de criar uma cultura da saúde, por meio da prevenção, e não a cultura da doença”, defende Ana Paula.

Durante a campanha, a imunização será realizada das 9 às 16 horas nas unidades de saúde dos municípios (em algumas das unidades os horários são específicos). Já no dia “Dia D”, o atendimento deve se estender das 8 às 17 horas.

Caderneta de vacinação

Como a principal meta é regularizar a caderneta de vacinação, é necessário comparecer nos postos de vacinação com o documento, além da identidade. Em caso de perda da caderneta de vacinação, a recomendação é de que os pais ou responsáveis compareçam ao mesmo posto de saúde onde vacinaram suas crianças pela última vez, para que seja possível consultar na ficha de registro quais doses já foram aplicadas.

Cubatão

Cubatão foi a única cidade que não definiu seus postos. Por meio de nota, a Prefeitura informou sobre os preparativos: “A Secretaria Municipal de Saúde pretende, no início da próxima semana, divulgar a relação dos postos de vacinação que funcionarão dentro da campanha. Oatendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Saúde da Família (USFs) está sendo reformulado, com a redistribuição de pessoal próprio da Prefeitura”, diz a nota.

Clique abaixo para ampliar o quadro com os locais da campanha de multivacinação.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE