Mar agitado causa ressaca na Ponta da Praia, em Santos
13/11/2017 - 15h50 em Litoral Paulista

Segundo pesquisadores, se a previsão do tempo se mantiver, não haverá impactos à estrutura urbana

 

O mar amanheceu agitado nesta segunda-feira (13) e, quem passa pela Ponta da Praia, em Santos, pode notar a calçada molhada, bem como a água estourando nas muretas. Mas, segundo o Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas (NPH) da Unisanta, não há motivos para pânico. A situação foi prevista na última sexta-feira (10) e não são esperados impactos negativos nas estruturas urbanas.

 

Segundo os registros da Praticagem de São Paulo, as ondas atingiram 2,3 metros e a expectativa é de que as oscilações continuem moderadas até terça-feira (14). 

 

De acordo com os pesquisadores do NPH-Unisanta, a previsão também indica o nível do mar acima da tábua de marés. Ele deve ultrapassar 1,7m nesta segunda-feira, o que representa um aumento de 50 cm.

 

O NPH-Unisanta e a Defesa Civil de Santos informam que se a previsão se mantiver não são esperados impactos oriundos da agitação marítima, nas estruturas urbanas na Ponta da Praia. Entretanto, podem ocorrer alagamentos pontuais nas vias públicas, ocasionados pelo nível do mar.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE