Politeensando por Enrique Dias 03

O País dos Hienas

 

Era uma vez um país muito distante onde viviam os Hienas. Naquele país aconteciam coisas incríveis, mas os Hienas pareciam não se importar com isto, pois sempre estavam sorridentes e alegres.

O país dos Hienas era muito grande e com muitas riquezas naturais, mas os Hienas não conseguiam transformá-lo em um país rico e desenvolvido.

Enquanto outros países bem menores e com pouquíssimas riquezas naturais se desenvolviam e enriqueciam, os Hienas iam para as belas praias que lá existiam e se divertiam muito.

Enquanto os outros povos se organizavam socialmente, os Hienas praticavam um jogo chamado de “futebol”. Neste tal de futebol, os Hienas eram os bons. Futebol era sinônimo de Hiena, em qualquer canto do pais dos Hienas se praticava o futebol, todos os dias do ano tinha futebol. E eles tinham até um "Rei do futebol".

Enquanto nevava nos outros países por uns quatro meses ao ano, lá no país dos Hienas o clima era ameno e favorecia o cultivo de tudo. Entretanto, estranhamente os Hienas não conseguiam produzir nem o necessário para o consumo do seu povo e importavam trigo para poderem comer o pão nosso de cada dia.

Enquanto que nos outros países existiam desertos, cadeias montanhosas, solos pobres, terremotos, furacões, monções, e outros desastres naturais, no país dos Hienas estavam todos tranquilos, sem camisa e com chinelos de dedo, tomando um "chopinho estupidamente gelado".

Enquanto os outros povos lutavam e guerreavam ao longo dos tempos e foram conquistando seus objetivos e a sua identidade como povo, os Hienas faziam de tudo para conseguir as coisas com um tal de "jeitinho". Eles conseguiram  a sua independência sem guerra, acabaram com a Monarquia sem guerra, e conseguiram manter uma unificação de províncias sem maiores problemas. Dizem que tudo isso graças ao sistema mais usado lá no país dos Hienas o, "toma lá da cá".

Enquanto outros povos trabalhavam duro, pois estavam sempre em processo de desenvolvimento, lá no país dos Hienas eles tinham umas maneiras muito eficientes para não trabalharem tanto. Eles criaram os feriadões e ficavam muito felizes quando eles caíam numa terça ou em uma quinta-feira. Na verdade, a maioria dos Hienas nem sabiam o motivo do feriado, o importante era descansar e se divertir. Eles também inventaram os famosos recessos para os políticos, juízes e outros orgãos públicos. Durante estes recessos, o país dos Hienas praticamente parava.

E as festas? Em matéria de festas, ninguém ganhava dos Hienas. Eles eram especialistas. Tinham várias, mas a principal delas era uma que se chamava "Carnaval". Tanto era assim, que eles sempre  diziam : "só depois do carnaval". O carnaval começou pequeno, mas em pouco tempo se espalhou e foi aumentando, no tamanho e naduração. Ninguem sabia quando começava e nem quando acabava. Inventaram até os carnavais fora de época, carna isso, carna aquilo...

E como no país dos Hienas tudo  era motivo para comemoração, até as coisas mais graves que aconteciam por lá acabavam em pizza.

Os Hienas ganharam este nome através dos tempos. Os outros povos não conseguiam entender por que um povo que tinha tantos problemas, tantas situações adversas e tanto por fazer, estava sempre sorrindo e se divertindo.....parecendo um faz de conta.

O resto desta estória ou história, a gente ainda vai saber.

Qualquer semelhança com personagens, lugares e fatos não é nenhuma coincidência.....

 

Enrique Dias
Escritor e Palestrante

 

Leia Também:

1º, 2º ou 3º por Enrique Dias
Brasil, O País do futuro. Será!?

 

 

Facebook: www.facebook.com/enrique.dias.58